descrição

Este cantinho foi criado para expressar as alegrias vividas em todos momentos vividos a maioria da
sociedade poderiam dizer
que estou maluca, pois ironacamente associam correntes a algo que aprisiona,
porém aqui eu posso afirmar que
acorrentada sigo livremente rumo a
felicidade......








Acorrentada as suas vontades, presa aos meus desejos de joelhos aos seus pés, entregue em tuas mãos minh'alma, meu corpo, minha respiração.......

terça-feira, 20 de novembro de 2012

CORRENTES DE SUBMISÃO E DOR

Mes de Novembro feriado chegando , coração a  mil, arrumando as malas entre uma peça de roupa e  outra a  insegurança ,saberia  lidar  com a  dor  que a  saudade  causa? certamente não sei responder...  o certo mesmo é  que  precisava reencontrar-me  com minha  essencia reviver  emoções  sentimentos redescobrir a chama  de vida  que  aos poucos ia  se apagando , então em tom de  bricadeira e coisa  seria  dizia  a  mim mesmo iria de   voyer , valeria  apena  estar entre amigos  fazer novos, me  surprendi apesar da  saudade  do desejo  de  estar  tão proxima,  vi que  poderia fechar  os  olhos , e  simplesmente ser  eu.  Até aquele momento  procurava forças  pra não desabar , um toque  do chicote  o som do carinho da  amizade... UM comentário me  fez perder o chão, decidi parar ali voltar ao meu mundo triste  frio e  sem graça, pois  não pretendia  magoar ninguem afinal se isso acontecesse estaria  magoando algo muito importante  pra  Eu, e para minha  surpresa  a decisão partiu dela, e assim senti novamente o doce  sabor do prazer que o toque  do chicote na  mão dele  me  causava.. e  depois  ora  de  curtir  momentos de  prazer selar amizades,  esta  cadela sempre amou cordas  e sonhou sentir o balanço delas então um amigo disse: posso realizar  esse  sonho , outro  devolveu-me  o prazer a intensidade  da dor e tambem a descoberta  de novos  prazeres.  ENCONTRO DO CERRADO 2012

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Correntes de Fim de Semana

Fim de  Semana prolongado,  pensei vou polir   Minhas  correntes para  não enferrujarem, afinal  a  escrava fora compulsoriamente  alforriada , o som do chicote tocando  a pele  ficara adormecido, a  sensação de  vazio, rondava-me  por um ano, dia  quente  me  sento enfrente  ao PC , e disse  vai kadela   passear assim ao entrar em uma  sala  de bate papo  onde  podia passear livremente  em fantasias  e  pensamentos  profanos, me deparei com um chamado, parei, então li "Quer ser Raptada hoje"e  prosseguimos a conversa:  será raptada e  usada para meu prazer,  como sempre fantasio loucuras marcamos  hora  e  lugar  para o rapto, tc com  mais  até o momento de  me arrumar, e seguindo as  ordens  dadas  tomei meu banho e  fui ate o lugar marcado o celular  dispara  meuraptor  diz : vou me atrasar  meia  hora me  espere pela primeira vez um sequestro com atraso , meu sequestrador  iria  para  pra  comer, 40 minutos após o hora marcada, novamente o celular dispara to chegando, me  dirigi ao local marcado ele tinha  terminado fique  de  costas  vou te amarrar  e  te jogar  no carro te  levar  pro cativeiro e  vou  te  usar, vc  não deve  me  olhar em momento algum, pelo espelho do motel que já  era meu local predileto pude ver que o raptor   usava  uma  mascara (tipo ninja  ) o tempo todo.  e assim
 me  colocou  de 04 colocou uma  coleira, foi até  uma  bolsa  no canto  e pegou alguns instrumentos de  Spanking  e começou a  dar ordens,  enquanto alternava a  surra com chicote  de  ponta  dupla  e couro cru,  sendo escrava não me  vejo submissa e  mesmo  não gostando nem um pouco de  podolatria, me senti aliviada  por ter como objeto de  prazer o pé  do raptor, sim essa úma estoria meio louca  sim mas com escrava e  masoca, essa  kadela goza  sempre  ao sentir  e  ouvir  o estalar  do chicote depois de pois  de  algum tempo nas  mãos  desse raptor  fui deixada  na  parada perto de casa, então caminhei por  05 minutos até o meu portão  abri entrei e  no chuveiro de casa pensava  gente loucuras  de  fds são sempre  estranhas........



terça-feira, 22 de maio de 2012

CORRENTES SONORAS

Hora Remexer ou melhor Balançar as Correntes .



 correntes do passado presente  e futuro


Garganta

Ana Carolina

Minha garganta estranha
Quando não te vejo
Me vem um desejo
Doido de gritar
Minha garganta arranha
A tinta e os azulejos
Do teu quarto, da cozinha
Da sala de estar (2x)
Venho madrugada
Perturbar teu sono
Como um cão sem dono
Me ponho a ladrar
Atravesso o travesseiro
Te reviro pelo avesso
Tua cabeça enlouqueço
Faço ela rodar (2x)
Sei que não sou santa
Às vezes vou na cara dura
Às vezes ajo com candura
Pra te conquistar
Mas não sou beata
Me criei na rua
E não mudo minha postura
Só pra te agradar (2x)
Vim parar nessa cidade
Por força da circunstância
Sou assim desde criança
Me criei meio sem lar
Aprendi a me virar sozinha
E se eu tô te dando linha
É pra depois te... Han!
Aprendi a me virar sozinha
E se eu tô te dando linha
É pra depois te abandonar...(4x)
Minha garganta estranha...
(Diz aí!)
Aprendi a me virar sozinha
E se eu tô te dando linha
É pra depois te abandonar
Eh! Eh!
Aprendi a me virar sozinha
E se eu tô te dando linha
É pra depois te abandonar...






Preto

Preto se você me der amor,
Tudo de mim você terá
Preto, se você pisar na bola,
Boto outro em seu lugar

Preto se você me der amor,
Tudo de mim você terá
Preto, se você pisar na bola,
Boto outro em seu lugar
Porque o carro é meu
O celular é meu
O silicone é meu
Não foi você quem deu
Tô cheia do vazio
Do que me prometeu
Quem Manda Em Mim Sou Eu
Porque o carro é meu
O celular é meu
O silicone é meu
Não foi você quem deu
Tô cheia do vazio
Do que me prometeu
Quem Manda Em Mim Sou Eu
Eu não vou servir de escada pra você
E nem vou implorar por um carinho seu
Agora jaz aqui no peito aquele homem que me perdeu
Preto se você me der amor,
Tudo de mim você terá
Preto, se você pisar na bola outra vez,
Boto outro em seu lugar
Preto se você me der amor,
Tudo de mim você terá
Preto, se você pisar na bola outra vez,
Boto outro em seu lugar
E aquele e-mail meu
Que você recebeu
Não era pra ser seu
Nem sei porque "cê" leu
E por favor não mexa
Com os amigos meus
Se até meu ex é meu
E aquele e-mail meu
Que você recebeu
Não era pra ser seu
Nem sei porque "cê" leu
E por favor não mexa
Com os amigos meus
Se até meu ex é meu
Eu não vou servir de escada pra você
E nem vou implorar por um carinho seu
Agora jaz aqui no peito aquele homem que me perdeu
Preto se você me der amor,
Tudo de mim você terá
Preto, se você pisar na bola outra vez,
Boto outro em seu lugar
Preto se você me der amor,
Tudo de mim você terá
Preto, se você pisar na bola outra vez,
Boto outro em seu lugar


Ainda no presente




estes elos dizem um pouco do momento atual , sou doce e feroz quando ferida
sou brisa do mar se acalentada.
sou a bala de um canhão enfrentando uma  batalha
sou a Bomba  H  se provocada


 P.S( trecho da poesia : Tempos Eternos) ( Autora: eu)

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

ELOS RE-VOLTOS

Ano novo hora de rever elos ! e buscar correntes , voltar a felicidade de ser sempre pura essencia o no meu caso , é viver o que amo! e desejo ( ser SM), e essencialmente Masoca! voltar cultivar elos de sonho e prazer .