Minha condição de escrava, acorrentada aos desejos dominantes .
e ntrega incondicional, ás amarras do teu prazer de tuas vontades.
u ltrapassam limites, tornando-me submissa aos teus encantos.


Cada toque das mãos que aquecem a pele, cada marca deixada como prova de propriedade.
o som do chicote inebriando o prazer sádico entre dominador(a) e dominado.
nada se assemelha ao momento, que de joelhos lhe pertenço, me entrego ...
totalmente sem traves, onde limites são tranpostos sem reservas...
riscando a pele os pingos de parafina, aquecem dono(a) e escrava(o).
a seus pés, a afirmação que meu lugar está seguro,
t orturas avisam o quanto ainda tenho que aprender...
o quanto tens a ensinar, moldar ..... domar!

Comentários

  1. Olá,

    conhecendo teu blog e voce aos poucos, assim como tua entrega.

    Já estou seguindo-o....rs

    Conheço pessoalmente, a ruminante que voce cita num dos teus posts anteriores. Ela é incrível mesmo, rsrs...

    Se desejar visitar-nos será um prazer recebê-la

    Beijos carinhosos,

    ÍsisdoJun

    ResponderExcluir
  2. 3 anos de BDSM.. com muito carinho ofereço um selo a todos.

    bjs de mel

    ursinha

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

CORRENTES SONORAS